HISTÓRICO DA ENTIDADE

CONCEITO

Coordenadoria Nacional é a Entidade que congrega as Coordenadorias Distritais, aproximando o trabalho das Associações de Senhoras de Rotarianos e Casas da Amizade  do Brasil, proporcionando oportunidade para o desenvolvimento do companheirismo e consequente estreitamento dos laços de amizade.

É uma associação com sede variável de acordo com a residência da Coordenadora Nacional, tendo como sede oficial, a cidade de Londrina/PR, sendo sua personalidade Jurídica distinta das Coordenadorias Distritais.

HISTÓRICO

Em 1972, terceiro ano de funcionamento da Coordenadoria Distrital, por ocasião do V Encontro Nacional da Amizade, realizado em Londrina/PR, foi criado um órgão de âmbito nacional para aglutinar todo o trabalho dos Distritos Brasileiros, com o nome de Coordenadoria Nacional. A primeira Coordenadora Nacional das Entidades de Senhoras de Rotarianos foi Maria do Carmo Gouveia de Moraes, do Distrito 463.

HISTÓRICO DA CRIAÇÃO DA COORDENADORIA NACIONAL DA ESR.

Compilado da Ata o V Encontro Nacional realizado em Londrina/PR, em data de 07 de abril de 1972 sob a presidência da companheira da ASR de Londrina/PR,  CASUÊ YASSUDA UDIHARA

(…) Ilka Marques Munhoz, sugere a criação de uma Coordenadoria de cúpula e também o nome de MARIA DO CARMO GOUVEIA DE MORAES para o cargo de Coordenadora, e pelas razões de serem anualmente mudadas as Coordenadoras Distritais sem uma Coordenação Geral, que possa dar continuidade aos trabalhos iniciados.

A proposta foi aceita por unanimidade da Assembleia e aclamada Maria do Carmo Gouveia de Moraes como a primeira Coordenadora Nacional das Entidades de Senhoras de Rotarianos. A Coordenadora Nacional será responsável pela divulgação e maior entrosamento das cinco regiões brasileira.

Maria do Carmo expôs sobre o futuro para as Coordenadorias, que praticamente é uma realidade, dependendo logicamente de uma grande cooperação de todas as ASR.

Após debate em Assembleia, Ula de Noronha/SP relatou parecer sugerindo que a  duração do Mandato da Coordenadoria Nacional seja inicialmente por um período de 03 (três) anos. Posteriormente passou a ser  2 (dois) anos.

Destacou-se ainda, que para que haja perfeito entrosamento entre todas as Coordenadorias, oferecendo a elas a grande bagagem de experiência de vivência, que esta diretoria nacional deverá possuir, centralizando interesses dando maior autoridade para a realização dos Encontros.

Delegações presentes: Foz do Iguaçu/PR; São Paulo/SP; São Gabriel/RS; Paranavaí/PR; Ponta Grossa/PR; Bauru/SP; Umuarama/PR; Criciúma/SC; Niterói/RJ; Curitiba/PR; Camboriú/SC; Salvador/BA; Londrina/PR; São Luiz/MA; Marília/SP; Paulínea/SP.

OBJETIVOS DA COORDENADORIA NACIONAL.

Coordenadoria Nacional tem por finalidade promover  a aproximação das Coordenadorias Distritais das Entidades de Senhoras de Rotarianos, apoiando, orientando e auxiliando a cada uma delas, com o objetivo de desenvolver um trabalho conjunto, unificando assim as Associações de todo país, embora cada uma conserve sua autonomia.

Tem por objetivo:

  • Desenvolver o companheirismo  e laços de amizade a nível nacional entre as ASR;
  • Proporcionar informações sobre documentação, facilitando a realização de metas de trabalho;
  • Organizar e promover o Encontro Nacional da Amizade a cada 2 (dois) anos, coincidindo com o final da gestão da  Coordenadora Nacional;
  • Propor e subsidiar o desenvolvimento de projetos de relevância social e ambiental a nível nacional;
  • Enfatizar a importância do Troféu Rosa de Prata, estimulando as associações a concorrerem com seus trabalhos e dedicação à conquista de tão nobre distinção.

LEMA BIENAL DA COORDENADORIA NACIONAL

Conforme consta no Art. 41 do Regimento Interno da Coordenadoria Nacional aprovado em Assembleia Geral Ordinária, em 28 de setembro de 2017:

Art. 41. A Coordenadoria Nacional de cada biênio terá um lema inspirativo e uma logomarca de sua autoria.

I.   Na Logomarca deverá constar obrigatoriamente o símbolo oficial a CNESR;
II. As Coordenadorias Distritais e as ASR afiliadas deverão adotar o lema e a logomarca.

DISTINTIVO

A Coordenadoria Nacional tem o seu próprio distintivo, que é também usado pelas Coordenadorias Distritais, acrescido do número do respectivo distrito.

ADMINISTRAÇÃO DA COORDENADORIA NACIONAL

São órgãos administrativos e deliberativos da Coordenadoria Nacional:

I – Assembleia Geral;

II – Diretoria Executiva;

III – Colegiado Nacional;

IV – Conselho Consultivo;

V – Conselho Fiscal.

DIRETORIA

A Diretoria Executiva da Coordenadoria Nacional é o órgão responsável pela administração e gestão da entidade e terá a seguinte composição:

  • Coordenadora Nacional;
  • Primeira Vice Coordenadora Nacional;
  • Segunda Vice Coordenadora Nacional;
  • Primeira Secretária;
  • Segunda Secretária;
  • Primeira Tesoureira;
  • Segunda Tesoureira.

A Coordenadoria Nacional poderá nomear tantas comissões quantas forem necessárias com funções específicas. As associadas que ocupam cargos na Diretoria da Coordenadoria não serão remuneradas.

COLEGIADO

O Colegiado Nacional é um órgão consultivo e deliberativo, reunindo-se a qualquer tempo segundo solicitações. Compõem o Colegiado Nacional as seguintes associadas:

Coordenadora Nacional em exercício;

Ex – Coordenadoras Nacionais;

Ex – Coordenadoras Distritais;

Coordenadoras Distritais em exercício;

Presidentes em exercício das Associações de Senhoras de Rotarianos/ Casas da Amizade, filiadas conforme Parágrafo Segundo do Art. 3º do Estatuto Social.